Publicidade

Publicidade

  • ùltimas

    segunda-feira, 19 de março de 2018

    PGR APROFUNDA INVESTIGAÇÃO CONTRA SILAS MALAFAIA EM LAVAGEM DE DINHEIRO"OPERAÇÃO TIMOTEO"

     A PGR VOLTA A INVESTIGAR O PASTOR SILAS MALAFAIA POR LAVAGEM DE DINHEIRO.



    Silas Malafaia que ama dizer que foi inocentado agora esta novamente em maus lençois.
    Agora, esta sendo divulgado um novo “documento sigiloso”, dando conta que a Procuradoria-Geral da República (PGR) solicitou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) o aprofundamento das investigações contra o pastor, sob o argumento de que existem provas de que Malafaia recebeu “vultosos recursos oriundos de um dos principais investigados” e que há indícios do crime de lavagem.
    Embora o periódico não explique como teve acesso a um documento que corre na justiça e não teria o acesso aberto ao público, o relato é que o pedido de investigação foi assinado pelo vice-procurador-geral da República, Luciano Maia, e apresentada
    ao STJ no último dia 10 de janeiro.A abertura de uma nova investigação seria uma resposta ao pedido de arquivamento das acusações, feito pela defesa de Malafaia. A alegação é que ele é ungido e não pode ser questionado e chorando mentia igual ao Lula dizendo que não sabia que os recursos poderiam ter origem ilícita e que declarou a oferta em seu imposto de renda, não tendo nada a esconder porem o papo não colou.


    Rebatendo as acusações de ter envolvimento com “lavagem de dinheiro”, o pastor entrou com um pedido no STJ em 29 de novembro para tentar arquivar o inquérito. O
    advogado de defesa alegou que as investigações causaram a Malafaia dano “evidente, grave e injustificável”, tendo seu cliente queixa-se do seu “constrangimento de ter que explicar o ocorrido” e ao fato de ser ver “exposto de forma negativa à opinião pública”.
    “O requerente recebeu uma doação de um fiel por meio de um cheque. Depositou o cheque em sua conta corrente,"ou seja depositou na conta de igreja somente trocando de bolso" e gastou o valor recebido com suas despesas regulares, declarou os valores ao Fisco e pagou o competente tributo sobre o valor recebido. Nada existe nessa sequência de atos que indique a conduta de lavagem de dinheiro”, afirma a petição, assinada pelo advogado Jorge Vacite Neto.Para a PGR, isso é justamente o que poderia caracterizar o crime: tentar dar aparência legal a recursos cuja origem seja criminosa.
    Na tentativa de “acelerar” as investigações, a PGR pediu recentemente ao ministro do STJ Raul Araújo, relator do caso, que desmembrasse o inquérito, remetendo para o Tribunal Regional Federal da 1ª Região a parte referente a Silas Malafaia.
    Patrimônio
    Em dezembro de 2016, quando foi ouvido pela Polícia Federal, o pastor Silas Malafaia foi questionado sobre seu patrimônio e seus rendimentos, assunto que já causou muita polêmica para o pastor.
    Em 2013, a revista norte-americana Forbes estimou o patrimônio do pastor em US$150 milhões, inserindo-o no ranking dos pastores mais ricos do Brasil. Na época,Malafaia rebateu a revista e disse que seu patrimônio era de R$ 6 milhões.
    No depoimento, Malafaia afirmou que possui rendimento mensal de aproximadamente R$ 100 mil, devido às atividades de pastor evangélico,conferencista, escritor de livros religiosos e dono de uma editora de livros gospel.
    O pastor explicou à PF que os rendimentos não têm um valor exato pois dependem da quantidade de palestras e dos direitos autorais dos livros vendidos.Sobre o patrimônio, Malafaia disse possuir quatro imóveis no Rio de Janeiro,ocupados por ele e por seus filhos. Também revelou ter comprado um apartamento em Boca Raton, na Flórida (EUA) –região de luxo, próxima à praia. Segundo o pastor, o imóvel foi financiado por 30 anos, com prestações de US$ 1.300, e foi declarado às autoridades brasileiras.

    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Enviar um comentário

    Item Reviewed: PGR APROFUNDA INVESTIGAÇÃO CONTRA SILAS MALAFAIA EM LAVAGEM DE DINHEIRO"OPERAÇÃO TIMOTEO" Rating: 5 Reviewed By: Andre Carpano
    Scroll to Top