Publicidade

Publicidade

  • ùltimas

    sábado, 20 de janeiro de 2018

    Centenas de pessoas nas vigílias silenciosas contra as adoções ilegais da IURD

    Centenas de pessoas em Lisboa, Porto, Coimbra, Beja e Faro aderiram à vigília silenciosa contra as adoções ilegais da IURD.

    O Movimento Verdade - #Não Adoto Este Silêncio organizou este sábado uma "vigília silenciosa", com o objetivo de "quebrar a impunidade da IURD e das instituições", no seguimento das reportagens da TVI sobre as adoções ilegais.

    Os participantes salientaram que a petição para levar as adoções ilegais da IURD a discussão na Assembleia da República já ultrapassou as 4.000 assinaturas obrigatórias.

    Pode ainda assinar esta petição online AQUI.

    Lisboa
    Em Lisboa, mais de duas centenas de pessoas juntaram-se em frente à Assembleia da República para exigir a criação de “uma comissão parlamentar de inquérito, isenta” sobre os casos de adoções ilegais envolvendo a Igreja Universal do Reino de Deus (IURD).

    Ana Piedade, do Movimento da Verdade, que organizou a vigília, referiu que este movimento recolheu até ao início da manhã de hoje 3.000 assinaturas “online”. Pretende “a criação de uma comissão parlamentar de inquérito, isenta, para investigar estas adoções a fundo”.

    Ana Piedade afirmou que há inquéritos internos a decorrer na Segurança Social e na Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, mas o que exigem “é uma comissão independente, com especialistas, uma equipa multidisciplinar, que analise estas situações e apure responsabilidades”.

    O advogado Garcia Pereira, que participou na vigília, nesta questão das adoções ilegais que envolveram elementos da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), “o Estado falhou em toda a linha”, e defendeu que “a verdade não prescreve”.


    O causídico, em declarações à agência Lusa, manifestou dúvidas se os crimes prescreveram.

    Eu não dou por assente que tenha havido prescrição de procedimentos criminais, porque a lógica na prescrição criminar é que nos crimes continuados é que esse prazo apenas se inicia no último ato que tenha sido praticado”, argumentou.
    Confira esta LABAREDA:
    • Blogger Comments
    • Facebook Comments

    0 comentários:

    Enviar um comentário

    Item Reviewed: Centenas de pessoas nas vigílias silenciosas contra as adoções ilegais da IURD Rating: 5 Reviewed By: Andre Carpano
    Scroll to Top